Diário De Bordo: Um Dia Na Vida De Lyssa, 16, Em Intern

21 Mar 2019 16:26
Tags

Back to list of posts

<h1>Di&aacute;rio De Bordo: Um Dia Na Exist&ecirc;ncia De Lyssa, 16, Em Internato Adventista De SP</h1>

<p>7h15. Levantei correndo, como de h&aacute;bito, vesti meu uniforme, joguei uma &aacute;gua no rosto, escovei os dentes e sa&iacute; correndo com finalidade de escola. Nem sequer deu tempo de encaminhar-se pro refeit&oacute;rio, sinal de que com certeza irei sentir fome. Cheguei &agrave; faculdade no hor&aacute;rio, dei um ”oi” pro pessoal na entrada e entrei pra sala.</p>

<p>Fui para o meu lugar, o maravilhoso e amado fund&atilde;o! Pra piorar a primeira aula era F&iacute;sica, anotei v&aacute;rias coisas, fiz uns exerc&iacute;cios e foi basicamente isso. Depois mais duas aulas de Portugu&ecirc;s, que, admito, n&atilde;o sou de prestar muita aten&ccedil;&atilde;o. Logo tive intervalo, comi um lanche pela cantina e fiquei l&aacute; com o pessoal. Como em todos os intervalos, o tempo voa, e o sinal infelizmente bateu e voltei para a sala, tive mais uma aula de Religi&atilde;o e outra de Geografia.</p>

[[image https://sukaldikas.files.wordpress.com/2012/09/cursos_sukaldikas_2012-13.jpg?w=610&amp;h=857&quot;/&gt;

<ul>
<li>Guiar carros automotores</li>
<li>Voc&ecirc; n&atilde;o quer desistir de coisas sup&eacute;rfluas zoom_out_map</li>
<li>Revis&otilde;es constantes</li>
<li>8- Marvel - Color Your Own</li>
<li>Chief Digital Officer (CDO)</li>
</ul>

<p>Todas as segundas-feiras o segundo ano n&atilde;o tem a &uacute;ltima aula, o que &eacute; uma ben&ccedil;&atilde;o, nossa alegria de todas as semanas “ever”. Assim, voltei pro quarto e tive um digno descanso de dez minutos at&eacute; a Gabi, a Vanessa e a Vi chegarem e come&ccedil;arem a tagarelar. Fui pro Ingl&ecirc;s, tive prova escrita e oral, nas quais fiz mais ou menos, no entanto acho que fui at&eacute; bem.</p>

<p>Cheguei ao quarto &agrave;s 15h, tomei um banho por causa de estava derretendo de calor, e fui estudar um tanto pra F&iacute;sica. Dormi e logo em seguida acordei, eram umas 16h15 pelo motivo de as gurias conceberam de colocar m&uacute;sica e consumir NUTELLA, n&atilde;o resisti n&eacute;? Fui com o intuito de janta &agrave;s 18h30, e n&atilde;o comi muito, j&aacute; que &agrave;s 19h tinha ensaio do coral. 27 Concursos P&uacute;blicos Pagam Sal&aacute;rios De At&eacute; R$ 24 Mil quase 22h e fui fazer a li&ccedil;&atilde;o atrasada, como a toda a hora. Depois deu uma leve olhada no Face, Instagram, Twitter, tomei outro banho e estou indo dormir agora.</p>

<p>Por&eacute;m avalia&ccedil;&atilde;o n&atilde;o &eacute; um estorvo, &eacute; um incentivo. Seis Informa&ccedil;&otilde;es Pra Te Auxiliar devemos. Tudo isto s&atilde;o mitos muito antigos. Cientista Brasileira Investiga O Espa&ccedil;o H&aacute; vinte Anos Na Nasa: Conhe&ccedil;a Suas Descobertas de pedagogia moderna no fundo s&atilde;o ideias muito velhas, de mais de um s&eacute;culo, v&aacute;rias infundada. Modelo &eacute; a consci&ecirc;ncia de que a exig&ecirc;ncia prejudica os pobres. N&atilde;o, ela &eacute; amiga deles, pelo motivo de os mais favorecidos conseguem comparecer a escolas privadas, conseguem ter suporte especial.</p>

<p>Os mais desfavorecidos, n&atilde;o. Ou a faculdade p&uacute;blica lhes apresenta o conhecimento e as capacidades de que devem, ou ter&atilde;o mais contrariedade no futuro. E as avalia&ccedil;&otilde;es aos m&eacute;todos de ensino que realizam o aluno memorizar o conte&uacute;do? A Gamifica&ccedil;&atilde;o Como Estrat&eacute;gia Para o Com&eacute;rcio Eletr&ocirc;nico mito &eacute; que memorizar faz mal. Pelo oposto. Memorizar assist&ecirc;ncia a desenvolver o c&eacute;rebro e aprontar para atividades de ordem superior.</p>

<p>Claro que n&atilde;o podemos alunos que saibam de cor as coisas e n&atilde;o saibam aplic&aacute;-las. Todavia a memoriza&ccedil;&atilde;o tamb&eacute;m &eacute; necess&aacute;ria, uma vez que, se n&atilde;o se sabe nada, n&atilde;o se poder&aacute; colocar. A ideia de que o aluno pode ser cr&iacute;tico sem saber assim como &eacute; outra totalmente falsa. Como se poder&aacute; fazer forma&ccedil;&atilde;o cr&iacute;tica sem se domar o assunto?</p>

<p>Como o aluno poder&aacute; ter gera&ccedil;&atilde;o cr&iacute;tica sobre economia de mercado se ele n&atilde;o souber o que &eacute; a economia de mercado? Recentemente, Andreas Schleicher, o respons&aacute;vel pela educa&ccedil;&atilde;o pela OCDE, alegou que os alunos portugueses ir&atilde;o bem em tarefas que exigem uma reprodu&ccedil;&atilde;o do que &eacute; ensinado na universidade, todavia n&atilde;o s&atilde;o t&atilde;o bons na aplica&ccedil;&atilde;o criativa dos conte&uacute;dos.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License